Campanha Amor em Doar CIEV: Saiba mais!

Campanha Amor em Doar CIEV: Saiba mais!

Junho acabou de começar e com ele a oportunidade de você transformar o seu pet em um herói! Poucas pessoas sabem, mas muitas doenças e acidentes em cães e gatos levam à necessidade de transfusões de sangue. Entre elas estão as cirurgias, atropelamento, doença renal, doenças infecciosas, entre outras.

Como Hospital Veterinário, nem sempre sabemos quando vamos precisar realizar uma transfusão em um pet. Por isso, é importante que os bancos de sangue estejam sempre com estoque. 

Por isso, no mês de junho, o CIEV em parceria com o VETEX, promove uma campanha de doação de sangue para cães e gatos. A iniciativa auxilia no aumento de estoque do hospital, além de proporcionar que cada doação salve até três vidas.  

Aqui neste artigo você pode tirar todas as suas dúvidas e esclarecer tudo o que precisa saber sobre doação de sangue. Quem sabe assim, você não transforma seu cãozinho ou felino saudável em um herói que pode salvar a vida de outras animais? Confira abaixo os detalhes! 

Pets também podem doar sangue?

Sim. O ato de doar sangue não é importante apenas para os seres humanos. Ele também dá mais chances de vida para cães e gatos que sofreram um acidente ou foram diagnosticados com doenças que causem anemia. Portanto, os pets também podem doar e receber sangue. Mas, assim como os humanos, os animais precisam atender alguns critérios para doar.

Qual o perfil do pet doador?

Os cães precisam ter entre 1 e 8 anos de idade e pesar mais de 25kg. Já os gatos ter entre 1 e 8 anos de idade e pesar acima de 4kg. 

Quais são os pré-requisitos necessários para a doação? 

– Ser dócil (a doação é realizada com o animal acordado)

– Saudável e não ter sido submetido a transfusão prévia

– Vacinação e vermifugação em dia

–  No caso de fêmeas, não podem estar em período gestacional ou lactação

Quanto tempo leva para realizar a coleta?

É super rápido! O processo é indolor e pode levar entre 10 a 15 minutos. Além disso, são realizados os exames e o processamento da bolsa, que estará liberada para o uso em até 48h.

Como acontece a doação?

Todo o processo de coleta de sangue é realizado por Médicos Veterinários capacitados do CIEV. A doação é realizada por meio da veia jugular e o sangue é coletado em uma bolsa (como é feito com os humanos).

Quantos ml são coletados?

Os cães podem doar, em média, 18ml/kg, enquanto os felinos 13ml/kg.

Quais os tipos sanguíneos de cães e gatos?

Os cães possuem 8 grupos sanguíneos principais chamados de DEA (Dog Erythrocyte Antigen) seguido de um número, por exemplo, DEA 1.1, DEA 1.2, 3…

Já os gatos, têm grupos sanguíneos um pouco mais parecido com os humanos. Eles têm três tipos sanguíneos mais conhecidos: A, B e AB.

Quais pets podem necessitar receber sangue?

Pets com doenças que podem causar anemia, distúrbios de coagulação e doenças que causam diminuição ou disfunção de plaquetas, como: traumas, neoplasias, leucemia, doença renal, doenças hepáticas, doenças autoimunes, doenças parasitárias, cirurgias, dentre outras.

Quantas vezes pode doar?

Cães e gatos podem doar sangue em um intervalo de 2 a 3 meses, até a idade máxima de 8 anos, seguindo os demais pré-requisitos citados anteriormente.

A doação de sangue tem efeito colateral?

Fique tranquilo, tutor! Seu companheiro de quatro patas não sofrerá nenhum efeito colateral pela doação. Todo o processo é feito de forma cuidadosa e obedece a critérios rígidos de higiene.

Não vai fazer falta para ele o sangue doado?

Não, pois a quantidade retirada é somente a quantidade que o pet tolera, e logo após a doação o seu próprio organismo consegue repor esse sangue, sem comprometer a saúde dele. 

Quais as vantagens de ser um pet doador de sangue?

Ao realizar a coleta, colhe-se uma amostra e são feitos diversos exames, como: hemograma, bioquímica hepática e renal, exames moleculares e clínico geral, que confirmam como está a saúde do seu melhor amigo.

Qualquer pet pode doar?

Não. Somente os cães e gatos com o perfil de saúde indicado, além de o perfil comportamental apropriado.

Qual o perfil comportamental?

Tanto o cão, quanto o gato deve ser dócil e tolerar a contenção física, não ter medo excessivo de pessoas e das idas ao veterinário, nem de andar de carro e sair de casa.

O que o tutor deve fazer antes do pet doar sangue?

Antes da doação, o tutor do animal responde a um questionário que inclui, entre outras informações, questões relacionadas ao comportamento e experiências prévias do animal.

Existe algum risco em relação à COVID-19? 

Não, tutor! Nosso Hospital está tomando todas as medidas de contenção relacionadas ao vírus indicadas pela Organização Mundial da Saúde, (OMS). Além disso, o agendamento de consultas seguirá as normas de distanciamento entre os doadores e seus tutores e em número de doações por dia, a fim de não ocasionar a agrupamento de pessoas em um mesmo ambiente. 

Qual a importância da doação de sangue?

Doar sangue, além de ser um ato de amor e responsabilidade, pode salvar a vida de outros peludos. Muitos cães e gatos quando adoecem precisam receber sangue para melhorarem, e muitas vezes é difícil encontrar doadores. Estima-se que apenas 70% da necessidade de transfusão sanguínea seja suprida por hospitais veterinários e bancos de sangue e muitos animaizinhos morrem em decorrência dessa realidade.

Quer nos ajudar a salvar vidas?

Se você quer nos ajudar a mudar esse cenário e a salvar a vida de cães e gatos que necessitam de doação de sangue, participe da nossa Campanha!

Entre em contato conosco pelo número (41) 3024-3443 ou (41)999164150 e agende já o horário e dia da sua visita ao nosso Hospital. 

Estamos na rua André Zanetti, 144, na Vista Alegre, em Curitiba e contamos com a contribuição do seu pet. 

Deixe um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Tel.: (41) 3024-3443
WhatsApp: (41) 99916-4150
Vista Alegre . Curitiba.PR
Rua André Zanetti, 144