5 dicas para ter um gato em apartamento

Além de curiosos e organizados, os gatos adoram brincar e precisam gastar energia em seu dia a dia. Por serem independentes, você, tutor, deverá tomar algumas medidas para proporcionar uma melhor qualidade de vida, além de um ambiente seguro para ele.

O melhor de tudo é que essas ações são simples e muito eficazes! Para que você não se esqueça de nada separamos algumas dicas tanto de segurança, quanto referentes à saúde do felino. Confira!

– Segurança para o seu pet!

Antes de levar um gato para sua casa, seja apartamento ou casa, , é preciso se preocupar com a segurança dele. Como você sabe, o gato vai querer explorar tudo, inclusive as sacada e janelas. Para evitar acidentes e tentativas de fugas, é preciso telar tudo. Afinal, por mais equilibrado que ele seja, ele poderá se distrair a qualquer momento em meio a essas descobertas. É nessas horas que acidentes podem acontecer e ele poderá se machucar ou fugir

Por isso, inicialmente, use as telas específicas para proteção em todos os lugares perigosos da casa. Não se esqueça também de cuidar com a ventarola do banheiro, pois ela também será interessante para o gatinho de estimação. Por isso, assim como as demais, também precisa ser telada.

– Castração é essencial para criar um felino neste novo ambiente!

Agora que você adotou um novo amigo, é importante que ele seja castrado. Além de facilitar a adaptação de machos e fêmeas, a castração evita que os felinos tentem fugir por estarem no cio. Além disso, os vizinhos do prédio não se incomodam com os miados de gatas no cio e com a castração o comportamento de marcação de território dos machos com urina tende a não acontecer

– Caixinha de areia!

Para criar um gato em apartamento é essencial ter uma ou duas caixinhas de areia para ele. Essa areia é especial para que o gatinho faça as suas necessidades.

A caixinha deve ser limpa diariamente e a areia totalmente trocada uma a duas vezes por semana. Para que ele se sinta seguro ao usar, coloque-a encostada em um canto da casa e a mantenha sempre no lugar. Se a casa for grande, preferencialmente, escolha mais de um ponto de “toalete” para seu gatinho.

Vale lembrar que os gatos são muito higiênicos, então o bebedouro e comedouro devem ficar distantes das caixinhas de areia.

– Invista em nichos suspensos!

Uma forma de estimularmos a atividade dos gatinhos dentro de casa, além de brinquedos e arranhadores, é o uso de alguns nichos (são espécies de prateleiras) que são fixados na parede, e funcionam como um parque de diversões para os gatinhos.

Afinal de contas, gatos adoram viver nas alturas e assim podem exercer o instinto de subir nas coisas e ver o mundo do alto, sem riscos. Você encontra nichos especiais para os bichanos, de diferentes formatos e cores, para que se adaptem à decoração do seu lar. Além de propocionar atividade física para os gatinhos, ainda são uma boa opção de esconderijo para tirarem suas sonequinhas com tranquilidade.

– Água, água, água!

Os gatos tendem a ser preguiçosos quando o assunto é tomar água. Por isso, desde pequenos, temos que estimular a ingestão de água deles. Se possível, disponha bebedouros pela sua casa, preferencialmente nos locais que o seu gatinho mais frequenta. Sejam os bededouros tradicionais ou as fontes de água, o importante é garantirmos a hidratação deles!

Gostou das dicas? Nos conte nos comentários como está sendo essa adaptação para você, sua família e seu gato de estimação!

 

 

Deixe um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Tel.: (41) 3024-3443
WhatsApp: (41) 99916-4150
Vista Alegre . Curitiba.PR
Rua André Zanetti, 144